Conferência no Instituto Politécnico de Bragança

Decorreu dia 9 de Dezembro de 2009, no Instituto Politécnico de Bragança, no Auditório Alcínio Miguel – ESTiG, uma conferência sobre: Depósito e Acesso à Informação Científica em Open Access. DeGóis – Sistema de Curricula Científicos.

Esta iniciativa foi presidida pelo Vice-Presidente do IPB, Prof. Doutor Orlando Rodrigues. Contou com a presença do Vice-Presidente do IPB Prof. Doutor Luís Pais, dos Directores da ESA, ESTiG, Saúde e ainda um representante do Instituto Politécnico de São Tomé e Príncipe e alguns docentes/investigadores do IPB.

Esta conferência teve como objectivo principal ser uma reflexão congregadora de temas: Open Access, Repositórios e Plataforma nacional de ciência e tecnologia – DeGóis.

Tratou-se, igualmente, de argumentar que o depósito e o acesso à informação científica podem processar-se de formas inter-ligadas, permitindo assim aos geradores da produção científica melhorarem a sua visibilidade e economizarem tempo.

Durante esta sessão foram apresentadas as seguintes comunicações:

  • Introdução ao Open Access – Dr. Eloy Rodrigues – SDUM – Universidade Minho
  • O Open Access em Portugal – Dr. Ricardo Saraiva – SDUM – Universidade Minho
  • Apresentação do Projecto RCAAP – Engº João Moreira – FCCN
  • A Biblioteca Digital do IPB – Repositório – Dra. Clarisse Pais – IPB
  • Sistema de curricula científicos DeGóis – Prof. Doutor Leonel Santos – Universidade Minho

O Instituto Politécnico de Bragança  implementou em 2007 uma política de auto-arquivo, cuja alteração está a  ser equacionada, no sentido de evoluir para um mandato, com a obrigatoriedade de depositar os documentos dos membros do IPB no seu repositório.

A Biblioteca Digital do IPB – Repositório em paralelo com outros repositórios institucionais tem como principais objectivos ser integrador e promover a visibilidade dos resultados da investigação do IPB, reforçando a sua imagem enquanto produtor de ciência e conhecimento;

Disponibilizar essa informação de uma forma livre e gratuita em formato digital, conforme preconiza a Política de Auto-Arquivo do IPB e a Declaração de Berlim e ainda preservar a memória intelectual do IPB.

Uma das mais-valias na integração do RCAAP é de facto a pertença a uma rede nacional, dando assim maior visibilidade à produção científica do IPB. Em relação à Plataforma DeGóis, há uma interligação com a Biblioteca Digital do IPB e com todos os repositórios pertencentes ao serviço de alojamento do RCAAP e vice-versa, o que permite uma mais-valia para que os produtores da ciência poupem tempo na actualização dos seus currículos.

Clarisse Pais

Administradora do Repositório do IPB

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s