Revista i-ETC integra Portal RCAAP na OAW2017

A revista i-ETC – ISEL Academic Journal of Electronics, Telecommunications and Computers integra o Portal RCAAP em plena Open Access Week 2017.

Trata-se de uma revista em formato digital, de Acesso Aberto e com revisão científica realizada por pares, editada pela área departamental de Engenharia de Eletrónica, Telecomunicações e Computadores do ISEL, Instituto Superior de Engenharia de Lisboa.

Contempla contribuições originais e artigos de revisão de investigação teórica e experimental, tanto a nível fundamental como aplicado, no âmbito de todos os campos da Engenharia da Eletrónica, Telecomunicações e Computadores.

O processo de revisão é conduzido de modo a melhorar a qualidade dos artigos submetidos por jovens investigadores, possibilitando um acesso fácil a uma revisão científica rigorosa realizada por pares, sem o pagamento de quaisquer taxas de publicação.

Anúncios

15000 documentos no Repositório Comum

O Repositório Comum, serviço disponibilizado pelo Projeto RCAAP de forma totalmente gratuita, atingiu os 15000 documentos.

Este repositório destina-se aos investigadores afiliados em instituições do sistema científico nacional (designadamente, centros de investigação públicos ou privados, universidades, institutos politécnicos) que não possuam repositório institucional próprio. Através do Repositório Comum, esses investigadores passam a dispor de um local onde podem arquivar e tornar acessível a sua produção científica (artigos publicados, teses, dissertações, entre outros).

Precisamente, resultante do depósito desses documentos, só do Repositório Comum o portal RCAAP agrega mais de 15000 registos de 55 Instituições aderentes94,81% dos quais encontram-se em Acesso Aberto, sendo as dissertações de mestrado a liderar a tabela no tipo de documento com 52,02%. Já o português é o idioma em que se regista mais depósitos, com 86,91%.

Aderir ao Repositório Comum converte-se numa forma rápida e célere de integrar o Projeto RCAAP e de ter acesso a ferramentas e experiência para servir de base a um repositório próprio, para além da visibilidade e impacto que esta integração acarreta para a produção científica dos próprios autores.

Informações mais detalhadas sobre o Repositório Comum podem ser encontradas aqui ou questionadas através do comum@rcaap.pt.

Diacrítica passou a integrar o Portal RCAAP

A Diacrítica, revista científica editada pelo Centro de Estudos Humanísticos da Universidade do Minho (CEHUM) desde 1986 e subsidiada pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), dedica-se aos estudos literários, culturais e linguísticos.

Desde janeiro de 2017 é publicada também em formato eletrónico, com periodicidade trimestral.

Aceita para publicação artigos originais assim como recensões críticas nas áreas dos estudos linguísticos, literários e culturais, da filosofia, e das artes performativas e musicais, conforme as temáticas definidas para cada volume. Cada número mantém ainda uma secção atemática.

Aceita artigos escritos em língua portuguesa, inglesa, francesa e espanhola, respeitando os padrões ortográficos vigentes em cada língua.

A revista está registada com o ISSN 0870-8967 (formato em papel) e 2183-9174 (formato eletrónico) e está licenciada com uma Licença Creative Commons CC BY-NC.

Atualmente tem já 7 registos integrados.

AUP no portal RCAAP

A Revista Ata Urológica Portuguesa (AUP) passou a integrar o Portal RCAAP.

Trata-se de uma revista científica de Acesso Aberto que tem como objetivo publicar artigos nas áreas da urologia, oncologia urológica, urologia pediátrica, andologia, transplante renal e nefrologia.

Aceita artigos em português e/ou inglês. Publica contribuições consideradas oportunas, práticas e de última geração sobre pesquisa clínica e experiência em campos relevantes.

Atualmente tem já 7 registos integrados.

25 de Abril, hoje e sempre…

O 25 de Abril de 1974 trouxe a mudança a um povo que vivia imergido na tristeza e no receio. Desde essa data, Portugal passou por muitas alterações transversais às mais variadas áreas da sociedade.

Um pouco por todo o país será celebrado o 43º aniversário do 25 Abril e o portal RCAAP alia-se às dezenas de atividades no dia que mudou, indiscutivelmente, a história do nosso país.

Sugerimos alguns dos vários exemplos que o portal RCAAP agrega sobre a temática:

Dia Mundial do Teatro e o Portal RCAAP

No dia que mundialmente é dedicado ao Teatro, criado pela UNESCO em 1961, o portal RCAAP alia-se às dezenas de atividades que decorrem um pouco por todo o país.

A data tem como objetivo promover o teatro enquanto arte junto da população. Trata-se de uma arte milenar que expressa a diversidade cultural dos povos desde a antiguidade.

No dia em que a imprensa dá amplo destaque à efeméride, o Portal RCAAP sugere a consulta e partilha de alguns, entre outros, temas:

AtoresComedianteTeatroFigurantePalcoCenário

RLEC: primeiro recurso de 2017 a integrar o portal RCAAP

Fundada em 2013 e editada até 2016 numa parceria entre a Universidade do Minho e a Universidade de Aveiro, a Revista Lusófona de Estudos Culturais (RLEC) é hoje um projeto editorial do Centro de Estudos de Comunicação e Sociedade (CECS), da Universidade do Minho. Financiada pela Fundação para a Ciência e Tecnologia, disponibiliza as suas publicações no RepositóriUM da UMinho.

Tem como objetivo servir os países de língua oficial portuguesa, assim como as suas diásporas, proporcionando-lhes condições científicas que lhes permitam configurar os atuais desafios das culturas, das artes e das línguas.

A RLEC é uma revista académica on-line, de acesso livre, dirigida tanto a académicos consagrados, como a investigadores principiantes, nacionais e estrangeiros. Aceita artigos nas áreas das ciências humanas e sociais e das artes plásticas e performativas, nas línguas portuguesa e inglesa.

Portal RCAAP celebra Dia Internacional da Mulher

mulherNo Dia Internacional da Mulher, 8 de março, consulte e partilhe o que o portal RCAAP agrega sobre a temática.

Há exatamente 160 anos, o movimento feminino de operárias de Nova Iorque libertou as amarras que cingia a Mulher à imagem convencional a que o mundo estava habituado. Não tivesse sido esta grande reivindicação e as condições das mulheres não teriam sofrido alterações durante muitos anos.

O dia 8 de março de 1857 deveria ser uma referência mundial, desígnio de igualdade entre homens e mulheres. No entanto, não o é…

Para a maioria das mulheres é um dia alegre. Porém, não devemos esquecer o propósito da celebração. É impreterível refletir sobre a conjuntura feminina no mundo, sem nunca esquecer a similitude de direitos entre os géneros.

Não deixe de simbolizar este dia!