O Mundial de Futebol 2018 e o Portal RCAAP

14 de junho de 2018, o primeiro dia de um mês que se adivinha cheio de fortes emoções. O Mundial de Futebol 2018 inicia-se hoje e o portal RCAAP quer aliar-se à abertura deste imponente acontecimento desportivo. Para tal, aconselha a consulta dos seguintes temas:

A Rússia é pela primeira vez o país-anfitrião do Campeonato do Mundo de Futebol FIFA de 2018, sendo este ano a vigésima primeira edição do evento. A competição será disputada entre 14 de junho e 15 de julho em onze cidades. Também é novidade o facto desta competição nunca se ter realizado no Leste Europeu.

Após as várias competições de qualificação, foram apuradas as seleções nacionais, para participar com a Rússia no torneio final. A Seleção Portuguesa é uma das 32 participantes.

Revista UIIPS integra Portal RCAAP

A Revista da Unidade de Investigação do Instituto Politécnico de Santarém é uma publicação periódica eletrónica que tem por objetivo efetuar a divulgação das atividades de investigação, pesquisa, ensaio e análise, da comunidade académica do Instituto, nomeadamente nas áreas da Educação, Saúde, Produção e Tecnologia Alimentar, Gestão, Tecnologia e Desporto.

Criada em 2013, conta já com dois volumes. Disponibiliza em livre acesso o seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização do conhecimento.

Encontra-se incluída em bases internacionais de indexação como é o caso da Latindex e EBSCO.

Presentemente possui 238 registos agregados no portal RCAAP.

Mais de 1 milhão de documentos agregados pelo portal RCAAP

No ano em que o Projeto RCAAP comemora o seu décimo aniversário, o Portal RCAAP agrega mais de 1 milhão de documentos de 129 recursos nacionais e um brasileiro.

O Portal é a componente central do Projeto Repositórios Científicos de Acesso Aberto de Portugal e tem como objetivo a recolha, agregação e indexação dos conteúdos científicos existentes nos repositórios institucionais das entidades nacionais de ensino superior e outras organizações de I&D. Desde 2010 passou a agregar os conteúdos científicos produzidos no Brasil disponibilizados a partir do agregador mantido pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT).

O Portal constitui-se como um ponto único de pesquisa, localização e acesso a milhares de documentos de caráter científico e académico o que faz com que a relevância deste número só se torna possível devido à envolvência de toda a Comunidade. Justifica, certamente, o reconhecimento e visibilidade que o projeto RCAAP detém, contribuindo em larga escala para o incremento do Acesso Aberto em Portugal e no mundo.

Lançamos o desafio para que consultempartilhem e questionem ainda mais o projeto RCAAP.

Queremos uma Comunidade audaz!

ConfOA 2018: adiado prazo de submissão de trabalhos

Foi prorrogado até ao próximo dia 22 de abril de 2018 o prazo de submissão dos trabalhos para a a 9ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Aberto (ConfOA), que este ano se irá realizar nos dias 2 e 3 de outubro (com workshops pós-conferência previstos para 4 de outubro), no campus do ISCTE-IUL, em Lisboa.

Assim, convidamos a comunidade a apresentar propostas de trabalhos sobre os seguintes temas:

  • Acesso Aberto e Dados de Investigação Abertos: sistemas, políticas e práticas
    • Repositórios digitais – institucionais, temáticos, de dados de investigação ou de património cultural
    • Revistas científicas de Acesso Aberto e tendências na comunicação e divulgação científica
    • Publicação institucional em Acesso Aberto
    • Definição, análise e avaliação de políticas institucionais e de financiadores
    • Modelos e padrões de metadados
    • Preservação Digital
    • Direitos de autor e Acesso Aberto
  • Ciência Aberta e outras expressões de conhecimento aberto
    • Ética, Integridade da Investigação e RRI (Responsible Research and Innovation /Investigação e Inovação Responsáveis)
    • Modelos tradicionais e alternativos de avaliação da Ciência (bibliometria e métricas alternativas)
    • Ciência cidadã
    • Dados governamentais abertos
    • Desenvolvimento e comunidades de software livre para a promoção do Acesso Aberto e da Ciência Aberta
    • Outras práticas de conhecimento aberto (educação aberta)
  • Gestão de informação de Ciência e Tecnologia
    • CRIS – Sistemas de Gestão de informação de Ciência e Tecnologia
    • Interoperabilidade entre sistemas de informação de apoio à atividade científica e académica
    • Normas e diretrizes
    • Identificadores persistentes

Acolheremos propostas sobre estes temas, bem como outros temas relacionados com os aspetos políticos, sociais, organizativos ou técnicos relacionados com o Acesso Aberto e a Ciência Aberta.

O processo de apresentação e modelos das propostas estão disponíveis para consulta e download no website da ConfOA.

Aguardamos pela submissão dos vossos trabalhos: http://confoa.rcaap.pt/2018/submissoes-on-line/

LEMBRETE: ConfOA 2018 – chamada de trabalhos

Recordamos que termina já no próximo dia 09 de abril o prazo para submissão de trabalhos para a 9ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Aberto (ConfOA), que este ano se irá realizar nos dias 2 e 3 de outubro (com workshops pós-conferência previstos para 4 de outubro), no campus do ISCTE-IUL, em Lisboa.

Assim, convidamos a comunidade a apresentar propostas de trabalhos sobre os seguintes temas:

  • Acesso Aberto e Dados de Investigação Abertos: sistemas, políticas e práticas
    • Repositórios digitais – institucionais, temáticos, de dados de investigação ou de património cultural
    • Revistas científicas de Acesso Aberto e tendências na comunicação e divulgação científica
    • Publicação institucional em Acesso Aberto
    • Definição, análise e avaliação de políticas institucionais e de financiadores
    • Modelos e padrões de metadados
    • Preservação Digital
    • Direitos de autor e Acesso Aberto
  • Ciência Aberta e outras expressões de conhecimento aberto
    • Ética, Integridade da Investigação e RRI (Responsible Research and Innovation /Investigação e Inovação Responsáveis)
    • Modelos tradicionais e alternativos de avaliação da Ciência (bibliometria e métricas alternativas)
    • Ciência cidadã
    • Dados governamentais abertos
    • Desenvolvimento e comunidades de software livre para a promoção do Acesso Aberto e da Ciência Aberta
    • Outras práticas de conhecimento aberto (educação aberta)
  • Gestão de informação de Ciência e Tecnologia
    • CRIS – Sistemas de Gestão de informação de Ciência e Tecnologia
    • Interoperabilidade entre sistemas de informação de apoio à atividade científica e académica
    • Normas e diretrizes
    • Identificadores persistentes

Acolheremos propostas sobre estes temas, bem como outros temas relacionados com os aspetos políticos, sociais, organizativos ou técnicos relacionados com o Acesso Aberto e a Ciência Aberta.

O processo de apresentação e modelos das propostas estão disponíveis para consulta e download no website da ConfOA.

Aguardamos pela submissão dos vossos trabalhos: http://confoa.rcaap.pt/2018/submissoes-on-line/

9ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Aberto – chamada de trabalhos

A 9ª Conferência-Luso Brasileira de Acesso Aberto (ConfOA) regressa a Lisboa em 2018. Este ano, a instituição que irá acolher a 9ª ConfOA é o ISCTE-IUL, uma prestigiada instituição universitária portuguesa, com uma já longa atividade no domínio do Acesso Aberto. A 9º Conferência-Luso Brasileira de Acesso Aberto realiza-se nos dias 2 e 3 de outubro (com workshops pós-conferência previstos para 4 de outubro), no campus do ISCTE-IUL no centro de Lisboa.

Mantendo o tema da ConfOA anterior “Do Acesso Aberto à Ciência Aberta”, a 9ª ConfOA pretende consolidar o alargamento do âmbito da Conferência, considerando o Acesso Aberto como um componente central, e uma condição indispensável, da Ciência Aberta, que abrange várias outras dimensões. A ConfOA pretende reunir as comunidades portuguesa, brasileira, bem como dos restantes países lusófonos, que desenvolvem atividades de investigação, desenvolvimento, gestão de serviços e definição de políticas relacionadas com o Acesso Aberto ao conhecimento e com todas as outras vertentes da ciência aberta. A ConfOA assume-se como o espaço privilegiado para promover a partilha, discussão e divulgação de conhecimentos, práticas e investigação sobre estas temáticas, em todas as suas dimensões e perspetivas.

Assim, convidamos a comunidade a apresentar propostas de trabalhos sobre os seguintes temas:

  • Acesso Aberto e Dados de Investigação Abertos: sistemas, políticas e práticas
    • Repositórios digitais – institucionais, temáticos, de dados de investigação ou de património cultural
    • Revistas científicas de Acesso Aberto e tendências na comunicação e divulgação científica
    • Publicação institucional em Acesso Aberto
    • Definição, análise e avaliação de políticas institucionais e de financiadores
    • Modelos e padrões de metadados
    • Preservação Digital
    • Direitos de autor e Acesso Aberto
  • Ciência Aberta e outras expressões de conhecimento aberto
    • Ética, Integridade da Investigação e RRI (Responsible Research and Innovation /Investigação e Inovação Responsáveis)
    • Modelos tradicionais e alternativos de avaliação da Ciência (bibliometria e métricas alternativas)
    • Ciência cidadã
    • Dados governamentais abertos
    • Desenvolvimento e comunidades de software livre para a promoção do Acesso Aberto e da Ciência Aberta
    • Outras práticas de conhecimento aberto (educação aberta)
  • Gestão de informação de Ciência e Tecnologia
    • CRIS – Sistemas de Gestão de informação de Ciência e Tecnologia
    • Interoperabilidade entre sistemas de informação de apoio à atividade científica e académica
    • Normas e diretrizes
    • Identificadores persistentes

Acolheremos propostas sobre estes temas, bem como outros temas relacionados com os aspetos políticos, sociais, organizativos ou técnicos relacionados com o Acesso Aberto e a Ciência Aberta.

Processo de apresentação de propostas

Comunicações (Apresentação oral de 15 minutos)

As propostas para comunicação devem ter um mínimo de 2 páginas e um máximo de 4 páginas (ver e utilizar o modelo de proposta de comunicação). As propostas devem apresentar investigação ou desenvolvimento originais, privilegiando-se os trabalhos que relatem casos gerais (ou seja relativos a mais do que uma instituição ou sistema) e/ou que tenham relevância para uma audiência alargada.

As propostas com qualidade e relevância que não possam ser aceites como comunicações, poderão ser consideradas para apresentação como Pecha Kucha ou Póster.

Pecha Kuchas

Os Pecha Kucha são apresentações de 7 minutos, com não mais de 24 slides. As propostas deverão ter um mínimo de 1 página e um máximo de 2 páginas (ver e utilizar o modelo de proposta de Pecha Kucha). As propostas de Pecha Kucha podem apresentar trabalhos de investigação e desenvolvimento recentes ou em conclusão, e eventualmente casos concretos e localizados, mas com interesse e relevância geral.

As propostas com qualidade e relevância que não possam ser aceites como Pecha Kucha poderão ser consideradas para apresentação como Póster.

Painéis

As propostas de painel deverão ter um mínimo de 1 página e um máximo de 2 páginas (ver e utilizar o modelo de proposta de painel). As sessões de painel devem versar sobre temas e assuntos (das tecnologias às políticas) que tenham potencial interesse para a maioria dos participantes na ConfOA. Os painéis devem incluir diversos participantes como apresentadores (e desejavelmente com diversidade de pontos de vista, contextos, etc.). O painel deve prever tempo para pequenas apresentações dos integrantes do painel, e tempo para discussão com a audiência. O tempo total do painel será de 90 minutos.

Pósteres

Convidamos a apresentação de propostas de pósteres, que devem ter 1 página (ver e utilizar o modelo de proposta de póster), que servem para apresentar trabalho ainda em desenvolvimento ou experiências locais. Os pósteres serão exibidos em formato papel ou formato digital (serão dadas indicações e instruções para a apresentação dos pósteres após a aceitação das propostas), e serão apresentados oralmente na sessão “O meu Póster num minuto”.

Workshops e Tutoriais

O último dia da ConfOA será dedicado à realização de workshops e tutoriais.
Convidamos a apresentação de propostas de workshops e tutoriais sobre aspetos práticos ou teóricos relacionados com os temas da conferência. Deve ser utilizado o modelo de proposta de workshop ou tutorial, e a proposta de tutorial deve contemplar os seguintes aspetos:

  • O assunto e que conhecimentos se pretende transmitir
  • A dimensão da sessão (90 minutos, 180 minutos, ou dia completo)
  • O público-alvo e o número desejado de participantes
  • Os resultados de aprendizagem para os participantes
  • Requisitos tecnológicos e de espaço

 

Datas importantes:

10 de janeiro 2018: Chamada de trabalhos

09 de abril 2018: Fim do prazo para apresentação de propostas

15 de junho 2018: Notificação da aceitação das propostas

Atas da 8ª ConfOA já disponíveis na revista RECIIS

Em jeito de encerramento dos trabalhos relativos à ConfOA 2017, foi publicado o suplemento da Revista Eletrónica de Comunicação, Informação e Inovação em Saúde (RECIIS), nº 11 de 2017, o qual disponibiliza as comunicações e pechas kuchas apresentadas na 8ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Aberto(ConfOA) realizada nos dias 4, 5 e 6 de outubro, na Fiocruz, Rio de Janeiro.

Como descrito no editorial deste suplemento, a temática central dos trabalhos (Do acesso aberto à ciência aberta) foi desenvolvida em torno de três eixos temáticos: (1) Acesso aberto e dados científicos abertos: marcos legais, políticas e práticas; (2) Ciência aberta e outras expressões de conhecimento aberto; e (3) Sistemas de gestão de informação de ciência e tecnologia.

Encontramo-nos em Lisboa, de 2 a 4 de outubro, para a ConfOA 2018.

9ª ConfOA de 2 a 4 de outubro de 2018

A 9ª edição da Conferência Luso-Brasileira de Acesso Aberto irá realizar-se no ISCTE-IUL, em Lisboa, nos dias 2, 3 e 4 de outubro de 2018.

Dando continuidade ao êxito das edições anteriores e mantendo a parceria desde 2010, o evento é organizado pelos Serviços de Documentação da Universidade do Minho (SDUM), pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) e pela Instituição que acolhe o evento que, em 2018 será o ISCTE-IUL.

A ConfOA, com realização alternada entre Portugal e Brasil, tem como objetivo reunir as comunidades portuguesa e brasileira, que desenvolvem atividades de investigação, desenvolvimento, gestão de serviços e definição de políticas relacionadas com o Acesso Aberto ao conhecimento e com a Ciência Aberta, com o propósito de promover a partilha, discussão e divulgação de conhecimentos, práticas e investigação sobres estas temáticas, em todas as suas dimensões e perspetivas.

Durante o mês de janeiro serão divulgados os formatos, as modalidades e o período em que os trabalhos poderão ser submetidos.

Zenodo: um repositório de dados e publicações para todos

O ZENODO – www.zenodo.orgé um repositório digital multidisciplinar de Acesso Aberto que permite a que investigadores, projetos e instituições, que não disponham de um repositório institucional ou temático adequado, o possam partilhar e disseminar os seus resultados científicos, de qualquer área de conhecimento.

É desenvolvido no CERN – European Organization for Nuclear Research – como um serviço da infraestrutura OpenAIRE, e permite o carregamento de ficheiros até 50 GB, em qualquer formato e com atribuição de uma licença associada.

As principais características deste repositório são:

  • Pesquisa e Partilha – todos os resultados de investigação, em todas as áreas, são bem-vindos;
  • Citável – os uploads obtêm um identificador de objeto digital (DOI) para torná-los facilmente e exclusivamente citáveis;
  • Comunidades – crie e faça a curadoria da sua própria comunidade onde poderá integrar trabalhos resultantes de conferências, projetos, entre outros, e na qual poderá aceitar ou rejeitar uploads. Terá Poderá ter o seu próprio repositório digital;
  • Financiamento – identificação de patrocínios / subsídios para pesquisas financiadas pela Comissão Europeia, através do OpenAIRE;
  • Licenciamento flexível – nem tudo tem a cobertura das licenças Creative Commons;
  • Seguro – o resultado da investigação é armazenado de forma segura na mesma infraestrutura que os dados do próprio CERN.

O Zenodo é construído pela Ciência e  para a Ciência, com o objetivo de garantir que todos participam na Ciência Aberta!

Leia mais sobre o Zenodo e os seus recursos aqui!

Saiba mais em:

http://about.zenodo.org/

https://zenodo.org/record/8428#.WWY9IBXyvIU

https://blogs.openaire.eu/?p=1485

https://www.datacite.org/cite-your-data.html

https://www.nature.com/sdata/policies/repositories

Tese de Stephen Hawking disponível em plena OAW 2017

A tese de doutoramento de Stephen Hawking, escrita em 1966, enquanto estudante da Universidade de Cambridge, foi disponibilizada de forma gratuita, em plena Open Access Week 2017.

Diz o próprio que: “Qualquer pessoa, em qualquer lugar do mundo, deveria ter acesso livre, sem entraves, para não só a minha investigação, mas também para a investigação de todas as grandes e a mentes através do espectro da compreensão humana.

Espero que o meu trabalho inspire alguém para prosseguir a sua própria pesquisa, para procurar a resposta para uma das muitas perguntas sem resposta do universo, como as obras de Isaac Newton, James empregado maxwell, e Albert Einstein uma vez me inspirou. Depois de tantos pedidos ao longo do tempo das pessoas que querem ler esta tese, também espero que não desapontar. Se isso acontecer, por favor, dirija-se a qualquer pergunta ou queixa ao meu mais jovem. Só terá de inventar viagens no tempo para o fazer.”

Disponível em: 

https://doi.org/10.17863/CAM.11283

ou

https://cudl.lib.cam.ac.uk/view/MS-PHD-05437/1