About rcaap

http://www.rcaap.pt http://projecto.rcaap.pt http://twitter.com/rcaap

9ª ConfOA de 2 a 4 de outubro de 2018

A 9ª edição da Conferência Luso-Brasileira de Acesso Aberto irá realizar-se no ISCTE-IUL, em Lisboa, nos dias 2, 3 e 4 de outubro de 2018.

Dando continuidade ao êxito das edições anteriores e mantendo a parceria desde 2010, o evento é organizado pelos Serviços de Documentação da Universidade do Minho (SDUM), pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), pelo Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (IBICT) e pela Instituição que acolhe o evento que, em 2018 será o ISCTE-IUL.

A ConfOA, com realização alternada entre Portugal e Brasil, tem como objetivo reunir as comunidades portuguesa e brasileira, que desenvolvem atividades de investigação, desenvolvimento, gestão de serviços e definição de políticas relacionadas com o Acesso Aberto ao conhecimento e com a Ciência Aberta, com o propósito de promover a partilha, discussão e divulgação de conhecimentos, práticas e investigação sobres estas temáticas, em todas as suas dimensões e perspetivas.

Durante o mês de janeiro serão divulgados os formatos, as modalidades e o período em que os trabalhos poderão ser submetidos.

Anúncios

DMPonline ajuda a elaborar planos de gestão de dados

Um crescente número de organismos de financiamento de ciência e instituições de investigação têm vindo a adotar políticas relativas à gestão e partilha dos dados produzidos no âmbito de projetos de investigação. A elaboração de um Plano de Gestão de Dados (PGD) tem-se por isso tornado um requisito comum.

Os planos de gestão de dados de investigação especificam os diferentes aspetos da criação dos dados, do armazenamento, das cópias de segurança, da documentação e descrição, do arquivo e preservação e ainda da abertura e licenciamento de dados. O PGD é um documento vivo que descreve como os dados produzidos e recolhidos são tratados durante e após um projeto de investigação, identificando como é que serão criados e documentados, quem poderá aceder aos mesmos, como reutilizá-los e onde serão armazenados e preservados.

 A Comissão Europeia (CE), no quadro das políticas de Ciência Aberta, definiu para o programa Horizonte 2020 (H2020) uma política de dados abertos que visa melhorar e maximizar o acesso e a reutilização dos dados de investigação gerados pelos projetos que financia. Os requisitos da CE estabelecem que os investigadores devem realizar o depósito dos dados de investigação, incluindo metadados associados, necessários para validar os resultados apresentados em publicações científicas. Sublinham ainda a necessidade de definição de planos para a gestão dos dados produzidos que devem ser apresentados nos primeiros seis meses do projeto.

Como fazer um plano?

A ferramenta DMPonline disponibiliza um modelo parametrizado segundo os requisitos dos Dados Abertos de Investigação do Programa H2020. Tem também grande utilidade para a elaboração de planos de gestão de dados para outros financiadores ou no âmbito de projetos de investigação.

A DMPonline foi criada pelo Digital Curation Centre (DCC) do Reino Unido, e desenvolvida em colaboração com o Curation Center da Universidade da Califórnia (UC3), seguindo a informação de apoio facultada pela aplicação e tendo como referência os modelos de planos disponibilizados para diferentes financiadores de ciência e inovação.

A informação disponibilizada na infraestrutura OpenAIRE para cumprimento dos requisitos dos Dados Abertos de Investigação no H2020 está disponível, e é possível aceder aos vários recursos que o portal FOSTER – Facilitate Open Science Training for European Research faculta. Consulte os diferentes exemplos de Planos de Gestão de Dados  disponibilizados no site do DCC.

Saiba mais:

https://www.openaire.eu/opendatapilot-dmp

http://www.dcc.ac.uk/resources/data-management-plans/guidance-examples

http://mantra.edina.ac.uk/datamanagementplans  

http://ec.europa.eu/research/participants/data/ref/h2020/grants_manual/hi/oa_pilot/h2020-hi-oa-data-mgt_en.pdf

Zenodo: um repositório de dados e publicações para todos

O ZENODO – www.zenodo.orgé um repositório digital multidisciplinar de Acesso Aberto que permite a que investigadores, projetos e instituições, que não disponham de um repositório institucional ou temático adequado, o possam partilhar e disseminar os seus resultados científicos, de qualquer área de conhecimento.

É desenvolvido no CERN – European Organization for Nuclear Research – como um serviço da infraestrutura OpenAIRE, e permite o carregamento de ficheiros até 50 GB, em qualquer formato e com atribuição de uma licença associada.

As principais características deste repositório são:

  • Pesquisa e Partilha – todos os resultados de investigação, em todas as áreas, são bem-vindos;
  • Citável – os uploads obtêm um identificador de objeto digital (DOI) para torná-los facilmente e exclusivamente citáveis;
  • Comunidades – crie e faça a curadoria da sua própria comunidade onde poderá integrar trabalhos resultantes de conferências, projetos, entre outros, e na qual poderá aceitar ou rejeitar uploads. Terá Poderá ter o seu próprio repositório digital;
  • Financiamento – identificação de patrocínios / subsídios para pesquisas financiadas pela Comissão Europeia, através do OpenAIRE;
  • Licenciamento flexível – nem tudo tem a cobertura das licenças Creative Commons;
  • Seguro – o resultado da investigação é armazenado de forma segura na mesma infraestrutura que os dados do próprio CERN.

O Zenodo é construído pela Ciência e  para a Ciência, com o objetivo de garantir que todos participam na Ciência Aberta!

Leia mais sobre o Zenodo e os seus recursos aqui!

Saiba mais em:

http://about.zenodo.org/

https://zenodo.org/record/8428#.WWY9IBXyvIU

https://blogs.openaire.eu/?p=1485

https://www.datacite.org/cite-your-data.html

https://www.nature.com/sdata/policies/repositories

Revista i-ETC integra Portal RCAAP na OAW2017

A revista i-ETC – ISEL Academic Journal of Electronics, Telecommunications and Computers integra o Portal RCAAP em plena Open Access Week 2017.

Trata-se de uma revista em formato digital, de Acesso Aberto e com revisão científica realizada por pares, editada pela área departamental de Engenharia de Eletrónica, Telecomunicações e Computadores do ISEL, Instituto Superior de Engenharia de Lisboa.

Contempla contribuições originais e artigos de revisão de investigação teórica e experimental, tanto a nível fundamental como aplicado, no âmbito de todos os campos da Engenharia da Eletrónica, Telecomunicações e Computadores.

O processo de revisão é conduzido de modo a melhorar a qualidade dos artigos submetidos por jovens investigadores, possibilitando um acesso fácil a uma revisão científica rigorosa realizada por pares, sem o pagamento de quaisquer taxas de publicação.

Tese de Stephen Hawking disponível em plena OAW 2017

A tese de doutoramento de Stephen Hawking, escrita em 1966, enquanto estudante da Universidade de Cambridge, foi disponibilizada de forma gratuita, em plena Open Access Week 2017.

Diz o próprio que: “Qualquer pessoa, em qualquer lugar do mundo, deveria ter acesso livre, sem entraves, para não só a minha investigação, mas também para a investigação de todas as grandes e a mentes através do espectro da compreensão humana.

Espero que o meu trabalho inspire alguém para prosseguir a sua própria pesquisa, para procurar a resposta para uma das muitas perguntas sem resposta do universo, como as obras de Isaac Newton, James empregado maxwell, e Albert Einstein uma vez me inspirou. Depois de tantos pedidos ao longo do tempo das pessoas que querem ler esta tese, também espero que não desapontar. Se isso acontecer, por favor, dirija-se a qualquer pergunta ou queixa ao meu mais jovem. Só terá de inventar viagens no tempo para o fazer.”

Disponível em: 

https://doi.org/10.17863/CAM.11283

ou

https://cudl.lib.cam.ac.uk/view/MS-PHD-05437/1

Semana Internacional de Acesso Aberto: 23 a 29 de outubro de 2017

Começa hoje a Semana Internacional de Acesso Aberto, evento global com atividades à escala local, que tem como objetivo disseminar o Acesso Livre ao Conhecimento, com o lema: Everywhere.

Esta iniciativa teve início em 2007 com um “dia do acesso livre” e desde 2009 que tem vindo a crescer tendo sido prolongada e transformada em “Semana do Acesso Aberto”.

Como tem sido habitual, trata-se de um evento promovido pelo SPARC (Scholarly Publishing and Academic Resources Coalition). Toda a informação relacionada com a atividade internacional está disponível em www.openaccessweek.org.

A adesão do Projeto RCAAP a esta iniciativa ocorre no âmbito das suas atividades de comunicação. Tem como propósito reunir sinergias para fazer desta semana, um evento significativo a nível nacional, com impacto no meio científico e académico e, deste modo, reforçar a importância dos repositórios institucionais e, em consequência, promover o Acesso Aberto em Portugal.

Recomendamos que todas as Instituições / Revistas nos façam chegar, em diferentes formatos, todas as atividades que pretendem realizar neste âmbito.

Convidamos cada um de vós a consultar o website, a reutilizar os materiais promocionais e a consultar e aplicar o kit de apoio à divulgação da OAW, ferramentas produzidas no âmbito do grupo de trabalho de divulgação do projeto RCAAP.

As iniciativas individuais ou coletivas são importantes!

Saibam +  em:

http://www.acessolivre.pt/semana/

https://www.facebook.com/rcaap

Artifactory, uma solução adotada pelo RCAAP

O Projeto RCAAP passou a usar uma ferramenta, em regime Software as a Service (SaaS) para disponibilização de binários de código aberto.

A tecnologia por detrás dos repositórios científicos RCAAP, DSpace, assenta na linguagem de programação Java. Alguns projetos e outros que planeamos desenvolver, recorrem à tecnologia Apache MavenTM para a gestão de dependências, bibliotecas de código externas que são necessárias integrar nos projetos em curso. É essencialmente por esta característica do Maven, da gestão de dependências, que urge a necessidade de uma ferramenta que possibilite o acesso livre à comunidade, de bibliotecas de código úteis que possam ser integradas nos seus projetos.

O RCAAP tem e terá bibliotecas de código que estão em código aberto e que, para facilitar o uso por terceiros e por uma questão de conveniência, é útil que estejam pré-criadas. No RCAAP quisemos transferir e centralizar as bibliotecas que temos (algumas que foram desenvolvidas e são mantidas por terceiros) de modo a que fiquem acessíveis num único repositório público de acesso livre.

A equipa técnica estudou e testou um conjunto de software: Apache Archiva; JFrog Artifactory Open Source e Sonatype Nexus OSS. e concluiu que o JFrog Artifactory for OpenSource Software era a solução que preenchia os requisitos que inicialmente foram definidos. Foi apresentada uma candidatura para o uso desta solução em modo de Software as a Service (SaaS) que foi aceite pela JFrog.

A solução está neste momento acessível publicamente e poderá ser acedida através do endereço:

https://fccn.jfrog.io/fccn

 

 

 

Post escrito por: Paulo Graça – FCCN

ConfOA 2017: apresentações e vídeos já disponíveis

Encontram-se já disponíveis as apresentações e os vídeos da 8ª Conferência Luso Brasileira de Acesso Aberto, evento que se realizou na Fiocruz – Fundação Oswaldo Cruz, em parceria com a FCCN, os Serviços de Documentação da Universidade do Minho e o IBICT, nos dias 4, 5 e 6 de outubro de 2017.

À semelhança do que tem vindo a acontecer, a edição deste ano superou as expectativas:

  • Apresentações:
    • 7 Comunicações
    • 36 Pechas Kuchas
    • 50 Pósteres
  • Participantes:
    • 275 participantes
    • 47 participantes no Workshop Gestão de Repositórios Integrados
    • 38 participantes np Workshop Gestão de Dados de Pesquisa: os princípios FAIR e as estratégias institucionais
  • Redes Sociais:
    • 22.207 alcance geral
    • 5604 pessoas alcançadas pelos vídeos
    • 620 visualizações na página
    • 1645 likes na página do Facebook da Conferência.
  • Trasnmissão:
    • 510 acessos, divididos por 20 estados do Brasil e 6 países.

Destaca-se também a abrangência dos temas abordados, sem descurar o histórico temático da conferência, ampliando-se o escopo do Acesso Aberto à Ciência Aberta.

A 8ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Aberto reuniu as comunidades portuguesa e brasileira que desenvolvem atividades de investigação, desenvolvimento, gestão de serviços e definição de políticas, relacionadas com o acesso aberto ao conhecimento, através de repositórios e de revistas de acesso livre.

A próxima ConfOA terá lugar no ISCTE-IUL, em Lisboa, nos dias 2, 3 e 4 de outubro de 2018.

ISCTE-IUL acolhe ConfOA 2018

Terminado o prazo de candidatura ao acolhimento da 9ª Conferência Luso-Brasileira sobre Acesso Aberto, os dias seguintes foram de análise às 3 candidaturas recebidas:

  • ISCTE-IUL – Instituto Universitário de Lisboa
  • IPP – Instituto Politécnico de Portalegre
  • UP – Universidade do Porto

O processo de seleção teve em consideração critérios como a localização geográfica, a facilidade de acesso, os espaços disponíveis, os serviços de áudio e vídeo, o apoio local foram alguns dos fatores tidos em conta.

O processo de seleção procurou ainda assegurar a diversidade de entidades e distribuição geográfica, tendo dado prioridade a entidades e locais onde recentemente não se tenham realizado eventos desta envergadura.

Em resultado deste processo, o ISCTE-IUL – Instituto Universitário de Lisboa foi o selecionado para acolher a ConfOA 2018, nos dias 2, 3 e 4 de outubro.

A todas as Instituições que se disponibilizaram a enviar as suas candidaturas agradecemos o empenho e o interesse manifestados.

Kit de apoio à divulgação da SIAA 2017

No âmbito das atividades do GT-Divulgação do Projeto RCAAP, desenvolveu-se um KIT de apoio à Semana Internacional do Acesso Aberto que tem como objetivo fornecer um conjunto de sugestões e materiais para que as instituições promovam a Semana Internacional do Acesso Aberto em Portugal, o qual partilhamos, agora, junto de toda a Comunidade.

Este KIT está organizado em duas partes, baseadas no grau de esforço de implementação das sugestões e utilização dos materiais. Trata-se de um suporte que se encontra online e de fácil uso e implementação em cada uma das Instituições.

Esta iniciativa integra o movimento global promovido pela SPARC (Scholarly Publishing and Academic Resources Coalition) que, em 2017, irá decorrer de 23 a 29 de outubro. Toda a informação relacionada com a atividade internacional está disponível em www.openaccessweek.org.

Para consulta de outros materiais e de mais iniciativas que irão sendo desenvolvidas e divulgadas a nível nacional, consulte http://www.acessolivre.pt/.

Partilhe as iniciativas desenvolvidas em: semanaoa@rcaap.pt

Queremos uma Comunidade audaz !!!