Teses e Dissertações: a importância e o dever do depósito

O resultado das investigações desenvolvidas no âmbito de Teses de Doutoramento e Dissertações de Mestrado amplia o conhecimento em áreas específicas e é um contributo essencial para o desenvolvimento de novos trabalhos.

Apesar de alguma desconfiança dos autores na disponibilização dos seus trabalhos em acesso aberto, o interesse nas Teses edeposito Dissertações tem vindo a revelar-se nos números crescentes destas coleções nos Repositórios institucionais. A gestão desses dados é cada vez mais importante, dando sustento aos resultados que serão discutidos nas publicações académicas e que podem servir de base para novos projetos.

Esta preocupação na gestão deste tipo de trabalhos tem tido a nível internacional e nacional um empenho cada vez maior no sentido da sua disseminação, gestão e preservação a longo prazo, considerando ainda neste caso a autenticidade promovida pela instituição gestora do repositório.

É precisamente este trabalho de agregar e difundir em todo o mundo a informação das Teses e Dissertações que os portais internacionais DART-EuropeNDLTD  ou OATD (entre outros) pretendem realizar. A nível nacional, foram desenvolvidas diligências ao nível da reformulação do processo de depósito legal dos trabalhos através da publicação do decreto-lei n.º 115/2013 de 7 de agosto e posteriormente da Portaria que o irá regulamentar, cujo objetivo é enfatizar categoricamente a importância do tratamento e preservação dos trabalhos científicos, assim como a sua disseminação em acesso aberto.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s