Depósito de Teses e Dissertações: taxa global de cumprimento

Em março de 2018 a taxa global de cumprimento do depósito de teses e dissertações nos repositórios institucionais agregados pelo Portal RCAAP atingiu os 83,45%, tendo por base dados disponibilizados pela Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC). Baseado nos dados disponibilizados em outubro de 2016, em que o cumprimento global era de 37,76%, verifica-se um aumento relativo de 121%.

Se analisarmos os mesmos dados disponibilizados em março último por subsistema, verifica-se que a percentagem de cumprimento no Ensino Superior Privado – Politécnico é de 69,16%, no Ensino Superior Privado – Universitário é de 74,88%, no Ensino Superior Público – Militar e Policial Universitário é de 75,58%, no Ensino Superior Público – Politécnico é de 82,56% e no Ensino Superior Público – Universitário é de 80,58%.

Estes dados de 2018 são, de facto, de modo geral bastante animadores, comparando com dados anteriores:

Porém, se a análise for detalhada, verifica-se que algumas Instituições Universitárias e Politécnicos (Públicas e Privadas) e Universidades Militares continuam com taxas de incumprimento elevadas.

Recorda-se que o procedimento de inserção do identificador TID nas teses e dissertações já depositadas é bastante simples e poderá ser consultado aqui.

Para consultar ou relembrar informação relativa ao depósito de teses e dissertações, aceda a: https://blog.rcaap.pt/?s=teses&submit=Pesquisar

Gravação e slides do Webinar do Projeto RCAAP: Teses e Dissertações

No passado dia 19 de maio o projeto RCAAP em parceria com a DGEEC e a DGES promoveu um webinar que teve como objetivo geral informar e esclarecer toda a comunidade académica sobre os processos de registo e depósito das teses e dissertações.

webinar

Os conteúdos deste webinar, destinado a todos os Utilizadores que tenham como responsabilidade dar cumprimento ao depósito legal de teses e dissertações, estão já disponíveis para consulta num curso eLearning do Projeto RCAAP: gravação e slides.

Webinar projeto RCAAP: Teses e Dissertações

logo_Webinar

Decorrente da publicação da portaria 285/2015 de 15 de setembro, que estabelece nas suas disposições transitórias as datas de 31 de julho e de 31 de dezembro como prazos limite para o depósito de todas as teses de doutoramento e dissertações de mestrado, o projeto RCAAP em parceria com a DGEEC e a DGES irá promover um webinar no próximo dia 19 de maio, às 10:30, no qual se pretende informar e esclarecer toda a comunidade académica sobre os processos de registo e depósito das teses e dissertações.

Programa:

  • Aspetos relacionados com a legislação – 15 minutos – Priscila Couto da DGES;
  • Utilização da plataforma RENATES para registo das T&D – 15 minutos – Carlos Malaca da DGEEC;
  • O processo de depósito de T&D no RCAAP – 15 minutos – José Carvalho da Universidade do Minho;
  • Perguntas e Respostas – 15 minutos.

Inscrições: 

Teses e Dissertações: requisitos técnicos para os Repositórios Institucionais locais

Dando continuidade aos trabalhos desenvolvidos pelo Projeto RCAAP relativos à disseminação, gestão e preservação a longo prazo das Teses de Doutoramento e Dissertações de Mestrado, disponibiliza-se, publicamente, a definição dos requisitos técnicos necessários para os Repositórios Institucionais locais que não são abrangidos pelo Serviço de Alojamento de Repositórios Institucionais – SARI.
TESES
Este tutorial destina-se a todos os utilizadores que tenham como tarefa dar cumprimento ao depósito legal de teses e dissertações, tendo como principal objetivo apoiar no cumprimento da legislação em vigor nas várias componentes técnicas, de gestão e integração.

Estão previstas 3 versões deste relatório, que serão disponibilizadas gradualmente:
– Versão 1 – Definição dos requisitos técnicos no repositório institucional [ATUAL]
– Versão 2 – Workflows na instituição
– Versão 3 – Integração com DGEEC/Renates e Portal RCAAP

Teses e Dissertações: formatos autorizados para efeitos de depósito nos RI’s agregados pelo RCAAP

A crescente disponibilização de trabalhos relativos às Teses de Doutoramento e Dissertações de Mestrado tem vindo a revelar-se nos números destas coleções nos Repositórios Institucionais.

A preocupação na gestão deste tipo de trabalhos tem tido a nível internacional e nacional um empenho cada vez maior na sua disseminação, gestão e preservação a longo prazo.

É precisamente este trabalho de agregar e difundir a informação das Teses e Dissertações que, a nível nacional, foram desenvolvidas diligências ao nível da reformulação do processo de depósito legal dos trabalhos.

O artigo 50º do Decreto-Lei n.º 115/2013 de 7 de agosto estabeleceu a obrigatoriedade de depósito de uma versão digital das teses de doutoramento, de outros trabalhos que, nos termos da lei, substituam estas no processo de obtenção do grau de doutor e das dissertações de mestrado num repositório integrante da rede RCAAP, operado pela FCT.

Por sua vez, a Portaria 285/2015 de 15 de setembro cometeu ao Conselho Diretivo da FCT a aprovação, por despacho, da lista de formatos autorizados no depósito dos registos agregados pelo portal RCAAP. Esta lista está balizada pela exigência, constante da Portaria, de que esses formatos sejam formatos “abertos, amplamente reconhecidos na comunidade, que assegurem a interoperabilidade técnica e semântica, e que garantam a acessibilidade, legibilidade e integridade do seu conteúdo a longo prazo”.

formatos

O Despacho nº14167/2015  de 01 de dezembro efetiva a definição do conjunto de requisitos técnicos do depósito, designadamente no que respeita aos formatos de ficheiros e à descrição dos trabalhos.

Teses e Dissertações: a importância e o dever do depósito

O resultado das investigações desenvolvidas no âmbito de Teses de Doutoramento e Dissertações de Mestrado amplia o conhecimento em áreas específicas e é um contributo essencial para o desenvolvimento de novos trabalhos.

Apesar de alguma desconfiança dos autores na disponibilização dos seus trabalhos em acesso aberto, o interesse nas Teses edeposito Dissertações tem vindo a revelar-se nos números crescentes destas coleções nos Repositórios institucionais. A gestão desses dados é cada vez mais importante, dando sustento aos resultados que serão discutidos nas publicações académicas e que podem servir de base para novos projetos.

Esta preocupação na gestão deste tipo de trabalhos tem tido a nível internacional e nacional um empenho cada vez maior no sentido da sua disseminação, gestão e preservação a longo prazo, considerando ainda neste caso a autenticidade promovida pela instituição gestora do repositório.

É precisamente este trabalho de agregar e difundir em todo o mundo a informação das Teses e Dissertações que os portais internacionais DART-EuropeNDLTD  ou OATD (entre outros) pretendem realizar. A nível nacional, foram desenvolvidas diligências ao nível da reformulação do processo de depósito legal dos trabalhos através da publicação do decreto-lei n.º 115/2013 de 7 de agosto e posteriormente da Portaria que o irá regulamentar, cujo objetivo é enfatizar categoricamente a importância do tratamento e preservação dos trabalhos científicos, assim como a sua disseminação em acesso aberto.