Revista UIIPS integra Portal RCAAP

A Revista da Unidade de Investigação do Instituto Politécnico de Santarém é uma publicação periódica eletrónica que tem por objetivo efetuar a divulgação das atividades de investigação, pesquisa, ensaio e análise, da comunidade académica do Instituto, nomeadamente nas áreas da Educação, Saúde, Produção e Tecnologia Alimentar, Gestão, Tecnologia e Desporto.

Criada em 2013, conta já com dois volumes. Disponibiliza em livre acesso o seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização do conhecimento.

Encontra-se incluída em bases internacionais de indexação como é o caso da Latindex e EBSCO.

Presentemente possui 238 registos agregados no portal RCAAP.

A PROELIUM no portal RCAAP

A revista PROELIUM da Academia Militar passou a integrar o Portal RCAAP.

Trata-se de uma revista de divulgação científica para todos os investigadores / autores nacionais e internacionais submeterem comunicações e trabalhos de investigação originais.

A PROELIUM aceita comunicações e trabalhos de investigação originais das diferentes áreas científicas que possam contribuir para a Defesa e Segurança de uma forma geral.

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Atualmente tem já 53 registos integrados.

9 revistas da UA passaram a integrar o portal RCAAP

Recentemente o portal RCAAP passou a integrar 9 revistas, todas pertencentes à Universidade de Aveiro.

A revista CAPTAR, Ciência e Ambiente para Todos, acessível on-line, apresenta-se como uma publicação científica periódica, escrita em português, onde alunos e docentes podem ser confrontados com dados científicos atuais, assim como com os procedimentos científicos utilizados pelos investigadores para a sua obtenção.

1-post.fwJá a revista Espeleo Divulgação é uma publicação periódica de acesso livre, na área da Espeleologia. Foi fundada em 1982, visando preencher uma lacuna no conhecimento e inventariação do património espeleológico. Está disponível em formato de papel e electrónico e é principalmente vocacionada para a comunidade espeleológica, especialistas nas áreas científicas afectas à Espeleologia, bem como o público em geral.

Teografias – Literatura e Religião é o título de um projeto de investigação sediado na Universidade de Aveiro e financiado pela FCT. Com a duração de três anos, o projeto pretende estudar a inscrição de alguns temas religiosos no discurso literário, privilegiando as literaturas em língua portuguesa.

A Post-ip é uma publicação bienal que pretende difundir os resultados do Post-ip: Fórum Internacional de Pós-graduação em Estudos em Música e Dança, que se realiza em Aveiro a cada dois anos. O Fórum e o respetivo livro de atas encontram-se orientados para a participação de estudantes de pós-graduação nos diversos domínios científicos da Música e da Dança, nomeadamente Etnomusicologia e Estudos de Música Popular, Estudos Históricos e Culturais em Música, Criação, entre outros.

Desde 1998 que a Conferência sobre Redes de Computadores tem vindo a afirmar-se como o principal fórum
nacional para a apresentação e discussão de resultados de investigação de elevada qualidade. A edição deste ano pretende reforçar este objetivo procurando agregar comunidades emergentes de investigação na grande área das Redes de Computadores, como a comunidade das Redes em Tempo-Real e de Cloud Computing.

A PLE Conference Proceedings é uma plataforma para investigadores e profissionias da área para troca de ideias, experiências e investigações em torno do desenvolvimente e implementação de PLE (The Personal Learning Environment).

Já a SOPCOM, da Associação Portuguesa de Ciências da Comunicação, é uma revista inteiramente dedicada a 2-post.fwrepensar os Media, novos contexto da comunicação e da informação.

A Revista da Universidade de Aveiro – Letras (RUA-L) foi fundada no ano de 1984 pela direção do Departamento de Línguas e Culturas, com o objectivo principal de divulgar trabalhos de investigação nos domínios da Literatura, Cultura e Ciências da Linguagem. Publica textos de cariz essencialmente ensaístico em torno de temas vários, afectos às Ciências Sociais e Humanas, lato sensu, incluindo resultados de investigação desenvolvida no âmbito de cursos de Licenciatura, de Mestrado e de Doutoramento oferecidos no DLC.

Por fim, a Geociências foi fundada no ano de 1986 com o objetivo principal de promover os trabalhos e resultados de investigação desenvolvidos pelos docentes e investigadores do Departamento de Geociências da Universidade de Aveiro, bem como de outras instituições ou centros de investigação nacionais e internacionais, estimulando a reflexão e cooperação no domínio da Geociências.

Research and Networks in Health junta-se ao portal RCAAP

RNH_LogoA revista Research and Networks in Health, do Instituto Politécnico de Leiria, com 46 registos, passou a integar o portal RCAAP.

Trata-se de uma revista científica, da área da saúde, dirigida a um público nacional e internacional de profissionais de saúde, que exercem a sua atividade no âmbito de uma grande variedade de áreas, quer em contextos académicos quer de prática clínica. A gestão da RNH é regida por princípios de qualidade científica e inovação, com o intuito de garantir que os artigos publicados constituem contribuições significativas para o avanço do conhecimento em saúde e em cuidados de saúde, enquanto são exploradas novas abordagens e redes multidisciplinares.

A RNH pretende constitui-se como um meio de rápida publicação de trabalhos de investigação original nas áreas de políticas e gestão em saúde; avaliação e intervenção em saúde e educação e formação em saúde.

Resultados da CALL2: Revistas para SARC

Concluído o prazo de candidatura ao Serviço de Alojamento de Revistas Científicas (SARC) do Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal (RCAAP), os dias subsequentes foram de análise às 14 candidaturas para um total de 7 vagas disponíveis.

Para levar a cabo o processo de seleção, o Júri baseou-se nos critérios de elegibilidade e seleção previamente anunciados e teve ainda em consideração o fator Acesso Aberto, considerando, apenas, revistas sem embargo e a percentagem de artigos da revista submetidos por autores exteriores à Instituição próxima da entidade editora.

O processo de seleção procurou ainda assegurar a diversidade de áreas científicas e de entidades editoriais bem como a distribuição geográfica destas. De notar que o Júri excluiu do processo de seleção qualquer consideração sobre a qualidade científica das revistas candidatas por ausência de elementos objetivos que a permitissem avaliar.

sarc

Assim, as novas revistas científicas que irão integrar o projeto RCAAP, particularmente o SARC são:

  • Revista Nascer e Crescer do Centro Hospitalar do Porto;
  • Revista da Unidade de Investigação do Instituto Politécnico de Santarém;
  • Acta Radiológica Portuguesa da Sociedade Portuguesa de Radiologia e Medicina Nuclear;
  • Cadernos de Estudos Africanos do Centro de Estudos Internacionais do Instituto Universitário de Lisboa;
  • Revista de Arte, Ciência e Comunicação (independente);
  • Revista Anais de História de Além-Mar do Centro de História d’Aquém e d’Além Mar / Portuguese Centre for Global History – FCSH/NOVA – UAc;
  • Revista Proelium da Academia Militar.

A todas as revistas que se disponibilizaram a enviar as suas candidaturas o projeto RCAAP agradece o interesse manifestado.

CALL 2: Revistas para SARC

Informam-se as entidades editoras de revistas científicas que, de 27 de maio a 17 de junho de 2015, se encontra aberto o período de manifestação de interesse e candidatura ao Serviço de Alojamento de Revistas Científicas (SARC) do Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal (RCAAP).

SARC_horizontal.fwO SARC é um serviço que oferece um conjunto de serviços associados ao alojamento de revistas científicas, tais como a gestão e manutenção das infra-estruturas (equipamentos esoftware base) e das aplicações de suporte à gestão e operação das revistas científicas (ciclo de vida editorial e disponibilização de conteúdos). O SARC inclui o apoio inicial à parametrização das aplicações de gestão e operação das revistas científicas, o serviço de apoio (helpdesk) e ações de formação destinadas aos gestores e administradores de revistas científicas.

Estão excluídos do SARC todas as tarefas relacionadas com a componente editorial e de design da revista.

As entidades editoras que estejam interessadas em alojar as suas revistas científicas no SARC deverão comunicar esse interesse enviando uma mensagem de correio electrónico para o endereço info@rcaap.pt com os seguintes elementos:

1 – Nome da instituição;

2 – Breve caracterização da revista – 1 a 2 páginas com informação relevante sobre a revista: título da

revista, periodicidade (meses de publicação), nome da entidade editora, área científica, ISSN, ISSN

Online (se aplicável), URL do sítio web da revista (se aplicável), períodos de embargo ao acesso aberto

aos artigos (se aplicável), política de copyright, corpo editorial, política editorial (com/sem revisão),

números publicados, número de artigos publicados nos últimos 3 anos;

3 – Breve caracterização da entidade editora – nome da editora, natureza e enquadramento

organizacional (editora universitária, associação científica, etc.) e revistas publicadas;

4 – Identificação e contactos do responsável pelo projecto de alojamento

5 – Assinatura e aceitação da declaração de compromisso que caracteriza o serviço e define as responsabilidades da entidade gestora.

A candidatura será considerada elegível se cumprir todos os critérios de elegibilidade que se seguem:

  1. Publicação científica periódica, publicando maioritariamente artigos científicos (sem prejuízo da publicação de outras tipologias como notícias, recensões, cartas, revisões de literatura, etc.);
  2. Publicação de uma entidade portuguesa ou sedeada em Portugal; e
  3. Publicação em acesso aberto da versão digital (sem prejuízo da existência de outras edições).

O processo de seleção privilegiará as publicações que reunirem os seguintes requisitos:

  1. Revisão por pares dos artigos publicados;
  2. Existência de um conselho editorial com composição pública;
  3. Maior longevidade da publicação;
  4. Maior número de artigos publicados nos últimos 3 anos;

O processo de seleção terá ainda em conta a preocupação de se assegurar a maior diversidade possível de áreas científicas e de entidades editoras.

Da análise das manifestações de interesse resultará a seleção. Os resultados serão comunicados a todas as entidades editoras que apresentem manifestações de interesse. As entidades editoras que não sejam selecionadas nesta fase ficarão desde já numa bolsa de candidatos que, mediante confirmação, integrarão a próxima fase de manifestações de interesse, para a seleção de mais instituições, que previsivelmente, ocorrerá durante o próximo ano.

Para qualquer informação ou esclarecimento adicional deverão contactar o projecto RCAAP através do endereço info@rcaap.pt.

Revista TMStudies junta-se ao portal RCAAP

TMStudiesA Revista Tourism & Management Studies, da Universidade do Algarve, já integra o Portal RCAAP.

É uma revista científica, de âmbito internacional (impressa e online) na área do Turismo e da Gestão, dedicada à publicação de trabalhos de investigação originais, concetuais ou empíricos, atas de conferências e recensões de livros.

Desde 2005 até 2011 possuia uma única publicação anual. Desde 2012 passou a ser bianual com publicações realizadas em junho e em dezembro.

Esta revista tem como objetivo promover / divulgar a pesquisa e as abordagens interdisciplinares e comparativas nas áreas de Turismo e Gestão, disponibilizando um fórum para pesquisadores, estudiosos, mestres, estudantes de doutoramento, e demais interessados de instituições públicas e privadas.

Neste momento já possui 504 registos agregados no portal RCAAP.

RCAAP agrega revistas científicas portuguesas

As revistas Antropológicas e Motricidade passaram, à semelhança dos 35 repositórios institucionais presentes no portal RCAAP, a serem agregadas diariamente. Estas revistas são as primeiras a serem disponibilizadas na sequência do apelo a manifestações de interesse ao Serviço de Alojamento de Revistas Científicas (SARC) disponibilizado pelo RCAAP.

O SARC é o mais recente dos serviços disponibilizados pelo RCAAP e tem como principais objetivos aumentar a visibilidade, acessibilidade e difusão da produção científica nacional e apoiar as revistas científicas nacionais a publicarem em acesso aberto tornando, ao mesmo tempo, mais eficiente o ciclo editorial e de publicação dos conteúdos através da disponibilização de ferramentas para o efeito.

O SARC disponibiliza um conjunto de serviços associados ao alojamento de revistas científicas, tais como a gestão e manutenção das infraestruturas (equipamentos e software base) e das aplicações de suporte à gestão e operação das revistas científicas (ciclo de vida editorial e disponibilização de conteúdos). O SARC inclui o apoio inicial à parametrização das aplicações de gestão e operação das revistas científicas, o serviço de apoio (helpdesk) e ações de formação destinadas aos gestores e administradores de revistas científicas.

Espera-se que em breve outras revistas selecionadas se possam juntar a estas, quer as geridas pela equipa de projeto, quer as geridas de forma autónoma. A agregação de revistas é possível mediante o cumprimento dos critérios de agregação do portal RCAAP.

DOIS ANOS DE PROJECTO BLIMUNDA

O Projecto Blimunda é uma iniciativa que surgiu no contexto do Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal (RCAAP) com o objetivo de fazer o levantamento das políticas de auto arquivo, em Repositórios Institucionais, das revistas científicas portuguesas.

Desde o início do Projeto, em 2010, e até ao momento, foram identificadas 273 revistas científicas, das quais 173 (63%) já definiram políticas de auto arquivo, que se encontram registadas na base de dados SHERPA/RoMEO. Os resultados obtidos posicionam Portugal no 3º lugar do ranking de editoras por País do SHERPA/RoMEO.
A maior parte das revistas com políticas definidas são da área das Ciências Sociais (34%) e Humanidades (33%). Seguem-se as Ciências Naturais (13%), Ciências Médicas (9%), a Engenharia e Tecnologia (6%) e as Ciências Agrárias (4%).
Quanto ao auto arquivo em Repositórios Institucionais, 83% das revistas têm uma política bastante permissiva sendo a versão postprint (versão do editor) é a versão mais autorizada.
Em relação ao acesso às versões depositadas, a maior parte das revistas autoriza a disponibilização imediata, isto é, sem período de embargo.
O contacto direto com os responsáveis das editoras e revistas científicas revelou-se de grande importância para os resultados obtidos, uma vez que, contribuiu para o esclarecimento de dúvidas sobre o projeto e temas relacionados (repositórios institucionais, auto arquivo, acesso aberto, projeto SHERPA/RoMEO, entre outros). Durante este processo, foram registados alguns pedidos de alteração das políticas definidas, na sua maioria, para políticas mais permissivas.
Com base nas questões e dúvidas surgidas ao longo do projeto, e para uma melhor contextualização do mesmo, foi elaborado um documento – Kit de Contato – no qual se destacam as FAQs e as Orientações para a Definição de Políticas de Auto Arquivo.

Apesar de não ter sido contemplada na fase inicial do projeto, foi levada a cabo a tradução do portal SHERPA/RoMEO para a língua portuguesa.
Em 2011, o Projecto Blimunda foi incluído no grupo Open Access Success Stories, uma iniciativa patrocinada pelo Knowledge Exchange.

Posters em conferências em 2011
Projecto Blimunda: Seeing the Unseen
Kit de Contacto para apoio à definição de políticas de auto arquivo em Repositórios Institucionais