Revista da SPACV integra Portal RCAAP

A Revista Angiologia e Cirurgia Vascular, revista oficial da Sociedade Portuguesa de Angiologia e Cirurgia Vascular, passou a integrar o Portal RCAAP.

Trata-se de uma revista com revisão por pares que oferece publicação gratuita e acesso livre a artigos sobre angiologia e cirurgia vascular, pequenos artigos e novas técnicas de diagnóstico e tratamento.

É possível submeter editoriais, artigos originais, revisões, relatórios clínicos, notas terapêuticas, novas técnicas e tecnologias, artigos curtos originais e cartas ao editor.

Presentemente possui 107 registos agregados no portal RCAAP.

10º aniversário do Projeto RCAAP: briefing, apresentações e vídeos

O Projeto RCAAP – Repositórios Científicos de Acesso Aberto de Portugal celebrou 10 anos de existência no passado dia 17 de dezembro, no auditório da Reitoria da Universidade de Coimbra.

O evento, realizado em parceria entre a FCT/FCCN, a Universidade do Minho e a Universidade de Coimbra teve como objetivo reunir a Comunidade para partilhar e refletir sobre o passado, presente e futuro do projeto RCAAP.

Durante a manhã contou com a participação da Inspiring Keynote Natalia Manola – OpenAIRE Project Manager com uma apresentação subordinada ao tema “Open Science: building technical and social bridges in the era of the European Open Science Cloud”

A parte da tarde foi dedicada às Estórias com História do RCAAP, contadas pela Comunidade, e à Visão dos Utilizadores do Projeto, com a participação de Carlos Fiolhais (Universidade de Coimbra), João Nuno Ferreira (FCT/FCCN), Isabel Ferreira (Instituto Politécnico de Bragança), Pedro Morgado (Universidade do Minho) e Fernanda Olival (Universidade de Évora).

Seguiu-se uma sessão enquadrativa dedicada a quatro pontos fulcrais para o Projeto:

  1. ecossistema de publicação científica para a Ciência Aberta;
  2. inovação, abertura e sustentabilidade na comunicação científica;
  3. inovações (gestão de entidades; esquemas de metadados; processos de agregação, entre outros;
  4. materialização no RCAAP (monitorização da produção científica; obtenção de indicadores; desenvolvimento de novos serviços, entre outros)

O evento terminou com a entrega de quatro prémios de reconhecimento pelo trabalho desenvolvido pelas Instituições de Ensino Superior nos diferentes subsistemas que integram o Projeto.

Em jeito de homenagem a um líder que dedicou grande parte da sua carreira profissional à disseminação do Acesso Aberto, foi entregue um quinto prémio, denominado de “Líder espiritual do Acesso Aberto” a Eloy Rodrigues, diretor dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho desde 2002.

+ informações em:

Veja ou reveja o vídeo alusivo aos 10 Anos de História do RCAAP contada pelos seus Protagonistas, disponível no canal Youtube do Projeto.

Projeto RCAAP atribui prémios de reconhecimento no seu 10º aniversário

No âmbito das comemorações do 10º Aniversário do Projeto RCAAP foram atribuídos quatro prémios de reconhecimento pelo trabalho desenvolvido pelas Instituições de Ensino Superior, nos diferentes subsistemas:

Prémio 1 – Mr. / Miss Certinho/a 

Premeia as instituições com maior taxa de cumprimento do Depósito Legal

  • Foi considerado um fator de dimensão (+ de 300 registos no RENATES);
  • Critério de desempate pelo maior número de registos no RENATES.

Foi atribuído um prémio por subsistema de ensino de acordo com o seguinte cálculo:

Origem dos dados – base de dados RENATES;
Data de extração dos dados – 09/11/2018;
Cálculo com base nos seguintes indicadores:
A – Nº total de registos no RENATES por instituição (T&D);
B – Nº total de de registos no RENATES validados com HANDLE no RCAAP.
Taxa de cumprimento = B / A

Os vencedores foram:

Prémio 2 – Mr./Miss Repositório 

Premeia a instituição com melhor imagem de Repositório

  • Votação pela comunidade a partir de printscreens da home page dos repositórios realizada a 17 de outubro;
  • Votação entre 22 de outubro e 19 de novembro;
  • 1 voto por responsável de repositório;
  • Não foi permitido votar no próprio repositório;
  • Venceu o repositório com maior número de votos.

Dessa votação resultaram quatro finalistas (RIA, Estudo Geral, UTAD, UBibliorum), sendo que o vencedor foi o Estudo Geral – Repositório Institucional da Universidade de Coimbra.

Prémio 3 – Eternidade 

Premeia a instituição com melhor score na auditoria final à norma ISO 16363 que analisa a confiança dos repositórios digitais, nomeadamente na capacidade de gerir e preservar o seu conteúdo a longo termo.

  • Considera os repositórios SARI envolvidos na auditoria (25) por uma entidade externa a janeiro e fevereiro 2015 que analisou as 3 áreas da norma (Gestão do Serviço, Gestão dos Objetos, Infraestrutura e Segurança).

Os Vencedores foram o Instituto Politécnico de Castelo Branco e a Universidade do Algarve.

Prémio 4 – Exportador de Ciência

Premeia as instituições com maior número de downloads a partir de origens externas

  • Os valores apurados foram obtidos a partir do módulo de estatísticas dos repositórios que disponibilizam essa informação de forma pública e dizem respeito ao período entre novembro de 2017 a outubro 2018.
  • Foi considerado um fator de dimensão com base nos seguintes valores:
    • 3.000 registos depositados para instituições de ensino superior público ou privado com repositórios próprios ou SARI;
    • 1.000 registos depositados para instituições de I&D e Hospitalares;
    • 500 registos depositados para instituições do Repositório Comum;
  • Critério de desempate pelo maior número de depósitos.

Foi atribuído um prémio por subsistema de ensino mais um prémio para a categoria Hospitais e Institutos de I&D, de acordo com o seguinte cálculo:

  • Origem dos dados – Módulo de estatísticas disponibilizado pelos Repositórios (para os que disponibilizam esta informação);
  • Data de extração dos dados – 15/11/2018;
  • Cálculo com base nos seguintes indicadores:
        • A – Nº de documentos depositados-;
          B – Nº de dw em PT;
          C – Nº de dw de origem desconhecida;
          D – Nº de dw não PT = A – B – C.

Maior Exportador de Ciência = Valor absoluto de D

Os Vencedores foram:

Em jeito de homenagem a um líder que dedicou grande parte da sua carreira profissional à disseminação do Acesso Aberto, foi entregue um quinto prémio, denominado de: Líder espiritual do Acesso Aberto 

Premeia Eloy Rodrigues, diretor dos Serviços de Documentação da Universidade do Minho desde 2002. Em 2003, liderou a criação do RepositoriUM.

Desde julho de 2008 lidera a equipa da Universidade do Minho que operacionaliza, em parceria com a FCT|UCCN, o RCAAP.

Ao nível europeu, é membro do EUA Expert Group on Science 2.0/Open Science em representação do CRUP, e tem coordenado a participação da Universidade do Minho em mais de uma dezena de projetos financiados pela UE.

Em abril de 2015 foi eleito Presidente do Conselho Executivo da Confederation of Open Access Repositories (COAR) tendo sido reeleito em maio de 2018 para o mandato de 2018 a 2021.

Na última década participou em mais de meia centena de palestras, seminários e outras ações de divulgação ou formação sobre o Acesso Aberto e a Ciência Aberta na Europa , em África, na América, na Ásia (China e Japão) e na Oceânia (Austrália).

Novas funcionalidades do DSpace implementadas nos SARI’s

Nos últimos dias os Repositórios Institucionais integrados no serviço SARI do Projeto RCAAP, assentes na plataforma DSpace, têm sido dotados com funcionalidades que promovem a interoperabilidade entre sistemas, permitindo a introdução de identificadores de autores ao nível dos registos, a adoção das novas guidelines do OpenAIRE e métodos adicionais de autenticação, o CiênciaID.

A introdução destas funcionalidades serão potenciadas pelo novo Portal RCAAP e traduzir-se-ão no lançamento de novos serviços como sejam, por exemplo, perfis de autores com informação agregada da sua produção científica, informação sobre projetos financiados, afiliação de autores, possibilidade de auto depósito a partir de outros sistemas, entre outras.

Depois de um período de testes e de uma fase piloto com os repositórios de três instituições (Universidade Católica Portuguesa, Instituto Politécnico de Castelo Branco e Universidade Aberta), até ao início da próxima semana as funções anteriormente identificadas entrarão em fase de produção em todos os repositórios.

Para saber mais informações sobre este processo de implementação e qual o seu impacto nos atuais procedimentos relacionados com o depósito e a gestão de utilizadores nos repositórios, consulte o webinar introdutório sobre “Novas funcionalidades do DSpace” na plataforma eLearning do Projeto RCAAP, nas disciplinas: SARI – Repositórios Institucionais ou Repositório Comum.

RCAAP assinala o Dia do Pai

Neste dia que em Portugal é dedicado ao Dia do Pai,  o portal RCAAP sugere o acesso e a partilha dos documentos relacionados com os temas: paifilhosparentalidade, família.

Com manifestações públicas ou familiares um pouco por todo o país, no dia 19 de março os Pais estão em destaque.

Esta efeméride é comemorada em muitos países, mas em datas diferentes. Em Portugal, o Dia do Pai é comemorado a 19 de março, seguindo a tradição da Igreja Católica, que neste dia celebra São José, marido de Maria, mãe de Jesus Cristo.

Por diferentes motivos familiares, culturais e sociais a figura paterna está a passar por transformações muito significativas na sociedade atual. Se durante muito tempo era remetida para segundo plano no desenvolvimento emocional da criança, presentemente, ao lado da figura feminina, assume um papel fulcral. É fundamental dar importância ao princípio antropológico e valorizar permanentemente o conceito: Pai.

O Dia Internacional da Mulher e o Projeto RCAAP

Projeto RCAAP assinala o Dia Internacional da Mulher sugerindo a consulta e partilha dos registos que o Portal RCAAP agrega sobre esta temática.

Ao ser criada a data de 8 de março como o Dia Internacional dedicado à Mulher, não se pretendeu apenas comemorar mas também refletir e discutir a importância da mulher na sociedade atual, bem diferente da imagem convencional a que o mundo estava habituado aquando do movimento feminino de operárias de Nova Iorque e, mais tarde, as lutas feministas por melhores condições de vida e de trabalho.

Em 1977 este dia foi escolhido pelas Nações Unidas para recordar as conquistas económicas, sociais e políticas das mulheres.

Para a maioria das mulheres é um dia alegre. Porém, não devemos esquecer o propósito da celebração. É impreterível refletir sobre a conjuntura feminina no mundo, sem nunca esquecer a similitude de direitos entre os géneros, no ano em que se assinala 7 décadas da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Não deixe de simbolizar este dia!

Modelos, Políticas e Custos de Acesso Aberto

A FCT publicou um estudo sobre Modelos, Políticas e Custos de Acesso Aberto, no âmbito da implementação da Política Nacional de Ciência Aberta. Este estudo está disponível desde fevereiro nas páginas de Acesso Aberto da FCT e na página da Ciência Aberta.

A variedade de interpretações e níveis de implementação das políticas de Acesso Aberto, bem como o volume de literatura sobre o tema, refletem o desafio e a complexidade de tornar aberto o acesso à produção científica financiada pelo Estado.

Este estudo vem colmatar a falta de um documento de base, em português, sobre a evolução do sistema de publicação científico que se tem tornado crescentemente complexo, e que identifica a variedade, características e implicações financeiras dos novos modelos de negócio criados em torno do Acesso Aberto, bem como ilustra a existência de um conjunto de políticas de Acesso Aberto, desde o nível institucional até ao Europeu, que contribuem para um quadro complexo e divergente.

O documento, organizado em 5 secções, começa com (1) a caracterização a evolução da comunicação académica e (2) dos atuais modelos de publicação, (3) faz uma análise e comparação de políticas de Acesso Aberto, (4) apresenta uma previsão de custo potencial a nível nacional para aceder aos artigos de revistas científicas, e 5) conclui com um conjunto de recomendações com vista à melhoria das condições de acesso à informação científica.

Post escrito por: Inês Lopes da Fonseca – Gabinete de Estudos & Estratégia – FCT

Diacrítica passou a integrar o Portal RCAAP

A Diacrítica, revista científica editada pelo Centro de Estudos Humanísticos da Universidade do Minho (CEHUM) desde 1986 e subsidiada pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT), dedica-se aos estudos literários, culturais e linguísticos.

Desde janeiro de 2017 é publicada também em formato eletrónico, com periodicidade trimestral.

Aceita para publicação artigos originais assim como recensões críticas nas áreas dos estudos linguísticos, literários e culturais, da filosofia, e das artes performativas e musicais, conforme as temáticas definidas para cada volume. Cada número mantém ainda uma secção atemática.

Aceita artigos escritos em língua portuguesa, inglesa, francesa e espanhola, respeitando os padrões ortográficos vigentes em cada língua.

A revista está registada com o ISSN 0870-8967 (formato em papel) e 2183-9174 (formato eletrónico) e está licenciada com uma Licença Creative Commons CC BY-NC.

Atualmente tem já 7 registos integrados.

Portal RCAAP celebra Dia Internacional da Mulher

mulherNo Dia Internacional da Mulher, 8 de março, consulte e partilhe o que o portal RCAAP agrega sobre a temática.

Há exatamente 160 anos, o movimento feminino de operárias de Nova Iorque libertou as amarras que cingia a Mulher à imagem convencional a que o mundo estava habituado. Não tivesse sido esta grande reivindicação e as condições das mulheres não teriam sofrido alterações durante muitos anos.

O dia 8 de março de 1857 deveria ser uma referência mundial, desígnio de igualdade entre homens e mulheres. No entanto, não o é…

Para a maioria das mulheres é um dia alegre. Porém, não devemos esquecer o propósito da celebração. É impreterível refletir sobre a conjuntura feminina no mundo, sem nunca esquecer a similitude de direitos entre os géneros.

Não deixe de simbolizar este dia!