CALL no âmbito do 10º Aniversário do Projeto RCAAP

Em 2018 o Projeto RCAAP comemora o seu décimo aniversário.

Das várias iniciativas destinadas a assinalar esta data, destaca-se o “Dia RCAAP”, um evento que decorrerá no dia 17 de dezembro de 2018 no Auditório da Reitoria da Universidade de Coimbra, que tem como objetivo reunir a comunidade para partilhar e refletir sobre o passado, presente e futuro do Projeto RCAAP.

Uma das sessões do evento, com o título provisório “Estórias da história do RCAAP”, pretende reunir pequenos relatos de membros da comunidade, sobre a importância e o impacto do RCAAP e dos seus serviços e ferramentas como o SARI, o SARC, o Kit de Políticas Open Access, entre outras, na sua instituição ou comunidade (por exemplo, em que medida tornou possível a criação ou consolidação de um repositório ou revista)  e/ou no seu percurso profissional pessoal.

Assim, caso esteja interessado(a) em participar ativamente nesta iniciativa, agradecemos que manifeste esse interesse e disponibilidade até ao próximo dia 21/05/2018 indicando:

  1. Participante: Nome e Instituição
  2. Que tema/estória se propõe apresentar?

Cada testemunho deverá ter 5 minutos.

Queremos que a comemoração seja da Comunidade para a Comunidade RCAAP.

Contamos com a vossa audácia!

ConfOA 2018: inscrições abertas

Encontram-se abertas as inscrições para a 9ª Conferência Luso-Brasileira sobre Acesso Aberto que se irá realizar nos dias 2 e 3 de outubro (com workshops pós-conferência previstos para 4 de outubro), no campus do ISCTE-IUL, em Lisboa.

A Conferência tem por objetivo promover a partilha, discussão, produção e divulgação de conhecimentos, práticas e pesquisa sobre o Acesso Aberto em todas as suas dimensões e perspetivas, servindo de catalisador à disseminação de políticas, pesquisa e desenvolvimento na área.

As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas em: http://confoa.rcaap.pt/2018/

Outras informações relativas à 9ª ConfOA estão ou estarão brevemente disponíveis aqui.

44 anos de liberdade!

Celebra-se amanhã, 25 de abril, 44 anos de liberdade.

O Projeto RCAAP alia-se às muitas e diversificadas celebrações que decorrerão um pouco por todo o país, marcando o fim da ditadura em Portugal, dia que mudou, indiscutivelmente, a história do nosso país.

Há 44 anos, “Grandôla Vila Morena” foi o despoletar para uma revolução que trouxe alterações transversais às mais variadas áreas da sociedade.

Portugal mudou muito desde a implantação da Democracia em 25 de abril de 1974.

Para os mais jovens o 25 de abril de 1974 será uma data longínqua, algo até difícil de contextualizar e de imaginar o que era viver nesses tempos. No entanto, para quem viveu o antes e o depois deste frenético dia, será, certamente, “assaltado” durante o dia de amanhã por memórias coletivas que ficaram na história como o dia em que Portugal caminhou a passos largos para a democracia.

Viva a Liberdade!

Papers on Social Representations integra Portal RCAAP

Papers on Social Representations (PSR) é uma revista de âmbito internacional que se dedica a promover o desenvolvimento teórico e metodológico da teoria das representações sociais e a sua aplicação, bem como abordagens teóricas e metodológicas das ciências sociais e humanas relacionadas.

Trata-se de uma revista de Acesso Aberto, disponibiliza artigos originais em duas edições por ano e é publicada por:

– Instituto Universitário de Lisboa, ISCTE-IUL, Portugal (2018-)
– Departamento de Psicologia Social, London School of Economics and Political Science, Reino Unido (2009 – 2017)
– Johannes Kepler Universität Linz, Áustria (1992 – 2009)

A PSR pretende garantir a ética da publicação e impedir a publicação de más práticas. Esta prática verte-se nas orientações sobre ética de publicação da PSR.

Neste momento, o portal RCAAP agrega já 366 registos.

Depósito de Teses e Dissertações: taxa global de cumprimento

Em março de 2018 a taxa global de cumprimento do depósito de teses e dissertações nos repositórios institucionais agregados pelo Portal RCAAP atingiu os 83,45%, tendo por base dados disponibilizados pela Direção-Geral de Estatísticas da Educação e Ciência (DGEEC). Baseado nos dados disponibilizados em outubro de 2016, em que o cumprimento global era de 37,76%, verifica-se um aumento relativo de 121%.

Se analisarmos os mesmos dados disponibilizados em março último por subsistema, verifica-se que a percentagem de cumprimento no Ensino Superior Privado – Politécnico é de 69,16%, no Ensino Superior Privado – Universitário é de 74,88%, no Ensino Superior Público – Militar e Policial Universitário é de 75,58%, no Ensino Superior Público – Politécnico é de 82,56% e no Ensino Superior Público – Universitário é de 80,58%.

Estes dados de 2018 são, de facto, de modo geral bastante animadores, comparando com dados anteriores:

Porém, se a análise for detalhada, verifica-se que algumas Instituições Universitárias e Politécnicos (Públicas e Privadas) e Universidades Militares continuam com taxas de incumprimento elevadas.

Recorda-se que o procedimento de inserção do identificador TID nas teses e dissertações já depositadas é bastante simples e poderá ser consultado aqui.

Para consultar ou relembrar informação relativa ao depósito de teses e dissertações, aceda a: https://blog.rcaap.pt/?s=teses&submit=Pesquisar

ConfOA 2018: adiado prazo de submissão de trabalhos

Foi prorrogado até ao próximo dia 22 de abril de 2018 o prazo de submissão dos trabalhos para a a 9ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Aberto (ConfOA), que este ano se irá realizar nos dias 2 e 3 de outubro (com workshops pós-conferência previstos para 4 de outubro), no campus do ISCTE-IUL, em Lisboa.

Assim, convidamos a comunidade a apresentar propostas de trabalhos sobre os seguintes temas:

  • Acesso Aberto e Dados de Investigação Abertos: sistemas, políticas e práticas
    • Repositórios digitais – institucionais, temáticos, de dados de investigação ou de património cultural
    • Revistas científicas de Acesso Aberto e tendências na comunicação e divulgação científica
    • Publicação institucional em Acesso Aberto
    • Definição, análise e avaliação de políticas institucionais e de financiadores
    • Modelos e padrões de metadados
    • Preservação Digital
    • Direitos de autor e Acesso Aberto
  • Ciência Aberta e outras expressões de conhecimento aberto
    • Ética, Integridade da Investigação e RRI (Responsible Research and Innovation /Investigação e Inovação Responsáveis)
    • Modelos tradicionais e alternativos de avaliação da Ciência (bibliometria e métricas alternativas)
    • Ciência cidadã
    • Dados governamentais abertos
    • Desenvolvimento e comunidades de software livre para a promoção do Acesso Aberto e da Ciência Aberta
    • Outras práticas de conhecimento aberto (educação aberta)
  • Gestão de informação de Ciência e Tecnologia
    • CRIS – Sistemas de Gestão de informação de Ciência e Tecnologia
    • Interoperabilidade entre sistemas de informação de apoio à atividade científica e académica
    • Normas e diretrizes
    • Identificadores persistentes

Acolheremos propostas sobre estes temas, bem como outros temas relacionados com os aspetos políticos, sociais, organizativos ou técnicos relacionados com o Acesso Aberto e a Ciência Aberta.

O processo de apresentação e modelos das propostas estão disponíveis para consulta e download no website da ConfOA.

Aguardamos pela submissão dos vossos trabalhos: http://confoa.rcaap.pt/2018/submissoes-on-line/

Projeto RCAAP assinala a celebração da Páscoa

Numa semana de fortes tradições religiosas e gastronómicas, à semelhança dos últimos anos, o projeto RCAAP gostaria de se aliar às comemorações pascoais. Com forte tradição em Portugal, por parte dos que comemoram a época, vivem-se aproximações ao sacrifíciorenovação e até de libertação.

Páscoa é sinónimo de um novo início. Início que, na esfera gastronómica, é simbolicamente representado por um ovo. Época festiva de excelência onde as famílias se reúnem à mesa a degustar o que cada região tem de mais típico.

Recomendamos a consulta e partilha de alguns exemplos de documentos agregados pelo portal:

A Páscoa em Castelo de Vide: do fenómeno sociocultural ao produto turístico

Páscoa, Cruzados e Genocídios (M/18)

A Páscoa de esperança de Santa Teresa de Lisieux

A Eucaristia na Bíblia e a Bíblia na Eucaristia (I)

O Impacto da variável páscoa na previsão da procura turística

RCAAP assinala o Dia do Pai

Neste dia que em Portugal é dedicado ao Dia do Pai,  o portal RCAAP sugere o acesso e a partilha dos documentos relacionados com os temas: paifilhosparentalidade, família.

Com manifestações públicas ou familiares um pouco por todo o país, no dia 19 de março os Pais estão em destaque.

Esta efeméride é comemorada em muitos países, mas em datas diferentes. Em Portugal, o Dia do Pai é comemorado a 19 de março, seguindo a tradição da Igreja Católica, que neste dia celebra São José, marido de Maria, mãe de Jesus Cristo.

Por diferentes motivos familiares, culturais e sociais a figura paterna está a passar por transformações muito significativas na sociedade atual. Se durante muito tempo era remetida para segundo plano no desenvolvimento emocional da criança, presentemente, ao lado da figura feminina, assume um papel fulcral. É fundamental dar importância ao princípio antropológico e valorizar permanentemente o conceito: Pai.

LEMBRETE: ConfOA 2018 – chamada de trabalhos

Recordamos que termina já no próximo dia 09 de abril o prazo para submissão de trabalhos para a 9ª Conferência Luso-Brasileira de Acesso Aberto (ConfOA), que este ano se irá realizar nos dias 2 e 3 de outubro (com workshops pós-conferência previstos para 4 de outubro), no campus do ISCTE-IUL, em Lisboa.

Assim, convidamos a comunidade a apresentar propostas de trabalhos sobre os seguintes temas:

  • Acesso Aberto e Dados de Investigação Abertos: sistemas, políticas e práticas
    • Repositórios digitais – institucionais, temáticos, de dados de investigação ou de património cultural
    • Revistas científicas de Acesso Aberto e tendências na comunicação e divulgação científica
    • Publicação institucional em Acesso Aberto
    • Definição, análise e avaliação de políticas institucionais e de financiadores
    • Modelos e padrões de metadados
    • Preservação Digital
    • Direitos de autor e Acesso Aberto
  • Ciência Aberta e outras expressões de conhecimento aberto
    • Ética, Integridade da Investigação e RRI (Responsible Research and Innovation /Investigação e Inovação Responsáveis)
    • Modelos tradicionais e alternativos de avaliação da Ciência (bibliometria e métricas alternativas)
    • Ciência cidadã
    • Dados governamentais abertos
    • Desenvolvimento e comunidades de software livre para a promoção do Acesso Aberto e da Ciência Aberta
    • Outras práticas de conhecimento aberto (educação aberta)
  • Gestão de informação de Ciência e Tecnologia
    • CRIS – Sistemas de Gestão de informação de Ciência e Tecnologia
    • Interoperabilidade entre sistemas de informação de apoio à atividade científica e académica
    • Normas e diretrizes
    • Identificadores persistentes

Acolheremos propostas sobre estes temas, bem como outros temas relacionados com os aspetos políticos, sociais, organizativos ou técnicos relacionados com o Acesso Aberto e a Ciência Aberta.

O processo de apresentação e modelos das propostas estão disponíveis para consulta e download no website da ConfOA.

Aguardamos pela submissão dos vossos trabalhos: http://confoa.rcaap.pt/2018/submissoes-on-line/

O Dia Internacional da Mulher e o Projeto RCAAP

Projeto RCAAP assinala o Dia Internacional da Mulher sugerindo a consulta e partilha dos registos que o Portal RCAAP agrega sobre esta temática.

Ao ser criada a data de 8 de março como o Dia Internacional dedicado à Mulher, não se pretendeu apenas comemorar mas também refletir e discutir a importância da mulher na sociedade atual, bem diferente da imagem convencional a que o mundo estava habituado aquando do movimento feminino de operárias de Nova Iorque e, mais tarde, as lutas feministas por melhores condições de vida e de trabalho.

Em 1977 este dia foi escolhido pelas Nações Unidas para recordar as conquistas económicas, sociais e políticas das mulheres.

Para a maioria das mulheres é um dia alegre. Porém, não devemos esquecer o propósito da celebração. É impreterível refletir sobre a conjuntura feminina no mundo, sem nunca esquecer a similitude de direitos entre os géneros, no ano em que se assinala 7 décadas da Declaração Universal dos Direitos Humanos.

Não deixe de simbolizar este dia!