Estudo Geral renova a sua imagem

Em alinhamento com os princípios orientadores do MCTES no sentido de promover e divulgar o conhecimento como um bem público, e que a todos deve beneficiar, o SIBUC realizou recentemente uma atualização do software de suporte ao Estudo Geral, o repositório institucional da UC, e uma renovação da sua imagem gráfica, de modo a tornar o Repositório mais apelativo, mais fácil de usar e estimular o envolvimento da  comunidade académica na sua utilização e promoção.

logo_estudogeralO Estudo Geral tem agora uma interface responsiva adaptada à identidade gráfica da Universidade de Coimbra e um processo de autodepósito simplificado, tendo sido introduzidas melhorias significativas nas funcionalidades de pesquisa e de recuperação da informação. Para esta renovação contribuíram as sugestões dos utilizadores, que permitiram que a equipa do SIBUC desenvolvesse uma atualização do repositório focada na resposta aos requisitos identificados.

Poucas semanas decorridas após a conclusão do processo de melhoramento do repositório foi possível registar não só um incremento no número de acessos, como também o aumento do número de depósitos de conteúdos digitais de natureza científica, realizados por investigadores e docentes ligados à Universidade de Coimbra.

Instituto de Coimbra

A Biblioteca Geral da Universidade de Coimbra apresentou a edição digital de O Instituto: Revista Científica e Literária. Esta revista, publicada pelo Instituto de Coimbra entre 1852 e 1981, num total de 141 volumes, encontra-se agora integralmente digitalizada e online. São mais de 76 mil páginas, a integrar na Biblioteca Digital da Universidade de Coimbra (em construção) e que estão provisoriamente disponíveis em http://bdigital.sib.uc.pt/institutocoimbra/IndiceInstituto.htm.

Nesta sessão foi ainda apresentada uma ferramenta inovadora de pesquisa em texto integral, que faculta o acesso à informação por autor, título e palavra significativa. Para além disso, esta nova ferramenta permite o download dos artigos.

A edição digital de O Instituto: Revista Científica e Literária é fruto do Projecto “Instituto de Coimbra”, desenvolvido pela Biblioteca Geral, desde Julho de 2008, e financiado pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia. Entre os objectivos deste projecto, salientam-se ainda a catalogação da biblioteca e do acervo arquivístico, bem como a investigação sobre a história desta antiga academia científica e literária.

O Instituto de Coimbra, fundado em 1852, foi uma das mais prestigiadas academias nacionais, tendo desenvolvido acção nas áreas das Ciências Físico-Matemáticas, Sociais e Humanas, assim como da Literatura. O Instituto obteve financiamento régio por portaria de 1853, como contrapartida da publicação nas páginas da revista das decisões do Conselho Superior de Instrução Pública, pelo que os interessados na história da educação entre nós passam agora a ter uma nova fonte facilmente acessível.

Entre as actividades do Instituto de Coimbra, devem salientar-se as escavações das ruínas de Conímbriga, que permitiram reunir valiosas colecções de arte e de arqueologia que hoje integram o acervo do Museu Nacional de Machado de Castro.

Entre as personalidades nacionais e estrangeiras que pertenceram ao Instituto, destacam-se Alexandre Herculano, Carolina Michaëlis de Vasconcelos, Ricardo Jorge, Joaquim de Carvalho, Egas Moniz, Eugénio de Castro, Sousa Viterbo, Miguel de Unamuno, Alfred Baudrillart, D. Carlos I, Raymond Poincaré, Anselmo Ferraz de Carvalho e Luís de Albuquerque.

A biblioteca do Instituto de Coimbra compõe-se de publicações periódicas e monográficas, resultando da permuta de um número significativo de revistas que esta academia estabeleceu com outras academias congéneres nacionais e estrangeiras. Entre esses títulos, encontramos o Boletin de la Real Academia de la Historia, Brotéria, Bulletin of the New York Public Library, Revue des Deux Mondes, Seara Nova e Smithsonian Year. Por outro lado, o acervo arquivístico integra um conjunto de documentos que retratam a vida e a acção da instituição e das personalidades que a dirigiram ao longo de mais de um século. Entre esta documentação, destacam-se os manuscritos das Memórias de Castilho, relativos a António Feliciano de Castilho.

Em “O Instituto: Revista Científica e Literária” foram publicadas teses de doutoramento e outra produção científica de docentes e investigadores da Universidade de Coimbra, que virá a ser integrada no Estudo Geral – Repositório Digital da Produção Científica da Universidade de Coimbra.